Álcool na dieta cetogênica, pode?

PrevNext
Imagem 1

Álcool na dieta cetogênica, pode?

Bem, todos nós concordamos que o álcool não é necessário a vida e, portanto, pode ser eliminado de qualquer dieta.

Também sabemos que não saber conciliar a vida social com a dieta é um dos principais fatores que levam as pessoas a desistirem e fracassarem no processo de emagrecimento.

Porém, para quem é amante de uma taça ou um drink e ao mesmo tempo precisa perder peso ou tratar alguma doença através da alimentação, sempre fica com a dúvida se álcool pode ou não pode.

Em especial os seguidores da dieta Cetogênica, já que a dieta é mais restritiva e nela o importante é manter o estado de cetose para perda de peso.

Quem faz dieta Cetogênica sempre está atento ao que pode ou não o retirar do estado de cetose.

E quando chega o momento do happy hour ou algum evento social surgi a dúvida sobre o consumo de álcool na dieta keto.

A dieta Cetogênica é a que mais favorece a vida social, pois os alimentos permitidos são quase sempre os mesmos alimentos servidos nessas ocasiões, desde que sejam retirados os carboidratos, obviamente.

Tábua de frios, hamburguers sem o pão, carnes, torresmo, azeitonas, queijos amarelos, tudo isso pode na Cetogênica.

Mas, e o álcool?

O álcool em si é permitido na dieta Cetogênica, como moderação, é claro.

Seguindo a linha de que a dieta Cetogênica é a que mais favorece o convívio social, sim, ela permite a ingestão de álcool, mas não todo tipo de bebida alcoólica.

 

ÁLCOOL E DIETA CETOGÊNICA

Antes de falarmos sobre quais tipos de bebidas alcoólicas podem ser consumidas na dieta Cetogênica, vamos fazer algumas considerações sobre o consumo do álcool.

Como já sabemos o álcool não é necessário a vida, portanto, não é obrigatório o seu consumo.

Para quem é adepto da dieta Cetogênica, vale a pena prestar atenção nas seguintes observações relacionadas ao consumo do álcool.

 

TOLERÂNCIA AO ÁLCOOL DIMINUÍDA

Um dos primeiros pontos a observar no consumo de álcool e a dieta Cetogênica é que a dieta proporciona uma desintoxicação do organismo.

Logo, ao consumir álcool, estando em cetose, a sua tolerância ao álcool é diminuída, isso significa que você irá ficar bêbado muito mais rápido.

Se antes eram necessárias várias doses para lhe deixar mais “alegre”, agora com uma quantidade menor esse efeito já é alcançado e até potencializado.

Isso acontece também porque não há mais o consumo de carboidratos que diminuíam/retardavam o efeito do álcool, fazendo com que o estado de embriaguez demorasse mais para acontecer.

Sem falar em uma ressaca muito pior, já que você está mais sensível ao álcool.

 

REDUÇÃO DO AUTO CONTROLE

Temos também o fato de que ao estarmos sob os efeitos do álcool a chances de sairmos da dieta e, assim sairmos da cetose é muito maior, já que sob efeito de álcool o processo decisório fica comprometido.

Sob efeito do álcool é muito difícil ou quase impossível fazer boas escolhas e tomar as melhores decisões.

Então, se você sabe que estando sob efeito de álcool irá acabar comendo mais do que deveria e fazendo escolhas ruins, é melhor passar longe do álcool e seguir como seu progresso de emagrecimento.

 

AUMENTO DA FOME

 O consumo de álcool na dieta Cetogênica pode aumentar a fome.

E relacionando com o tópico anterior, o aumento da fome associado a redução do autocontrole, pode levar você a fazer escolhas erradas e assim quebrar a dieta.

 

RETARDO DO EMAGRECIMENTO

Outro ponto importante é que estando em cetose e consumindo álcool, o corpo irá priorizar a queima do álcool invés da queima de gordura.

Isso porque o álcool é uma substância estranha para o organismo, então a prioridade será queimá-lo (metabolizá-lo) antes de qualquer outra coisa, antes do carboidrato e da gordura, o álcool passará a ser a principal fonte de energia e isso irá retardar o seu emagrecimento.

 

CALORIAS

O álcool tem muitas calorias, cerca de 07 calorias por grama de álcool.

Se compararmos que 01 grama de gordura tem 09 calorias, 01 grama de carboidrato em 04 calorias e 01 grama de proteína tem 04 calorias, as 07 calorias por grama de álcool é um valor muito elevado.

E, como quase nunca, se controla a quantidade que se bebe e sempre passamos um pouco da conta, esse valor é ainda mais impactante para o processo de emagrecimento.

 

TRANSFERÊNCIA DE VÍCIOS

Como todos nós sabemos o açúcar e os carboidratos são como drogas para o nosso cérebro e nos deixam viciados, isso é fato.

Ao começar uma dieta Cetogênica podemos ser induzidos a trocar um vício pelo outro, ou seja, trocar os açucares e carboidratos pelo álcool.

O cérebro de um viciado busca o prazer além do ponto de saciedade.

Isso pode ocorrer porque o caminho da dopamina (hormônio do prazer e da recompensa) no cérebro é o mesmo para o açúcar, álcool, nicotina, cocaína ou qualquer outra droga.

Quando você se abstém, nesse caso de açucares e carboidratos, o caminho da dopamina no seu cérebro buscará transferir esse vício para alguma outra substância.

“Quando você é viciado em uma substância e se abstém, o modus operandi da sua dopamina é encontrar um gatilho substituto”, diz Dr. Robert Lustig, endrocnologista, defensor do combate ao açucar e autor do livro The Hacking of the American Mind.

Essa transferência de vícios ou transtorno de interação entre vícios é comprovada quando vemos que muitos viciados em álcool, ao se absterem dessa substância, podem recorrer ao açúcar e acabarem viciados e, muitos viciados em açúcar podem acabar recorrendo ao álcool e se tornarem alcoólatras.

Logicamente que não estamos dizendo que todo viciado em açúcar será um alcoólatra e nem que todo alcoólatra irá se tornar viciado em açúcar, esse exemplo foi só para ilustrar como funciona a transferência de vícios pelo cérebro.

 

EXCESSO DE ÁLCOOL

 Aqui é um ponto bastante delicado e que exige atenção.

A cetoacidose alcoólica pode ocorrer quando a pessoa fica por um período longo sem se alimentar e ingere uma quantidade grande de álcool em um curto período de tempo.

Isso pode inibir a produção de glicose via gliconeogênese e levar o corpo à um coma alcoólico.

Muito cuidado de você associa o Jejum Intermitente a dieta Cetogênica e consome muita bebida alcoólica.

 

BEBIDAS ALCOÓLICAS PERMITIDAS NA DIETA CETOGÊNICA.

Depois de feitas as considerações sobre a combinação de álcool com dieta Cetogênica, vamos falar agora sobre quais bebidas podem ser consumidas e quais bebidas não são permitidas no cardápio cetogênico.

 

VINHOS

Sim, os vinhos!

Os vinhos são pobres em carboidratos e logo são liberados na dieta Cetogênica, com moderação, é claro.

Os vinhos são classificados em: Secos, Meio Secos e Suaves.

Os vinhos Secos possuem cerca de 4 gramas de carboidratos por litro! Tem muito pouco carboidrato.

Os vinhos Secos são a melhor opção para dieta Cetogênica.

Os vinhos Meio Secos têm entre 4 e 25 gramas de carboidratos por litros, esses tipos de vinhos se enquadram mais em uma dieta Low Carb.

Já os vinhos Suaves possuem cerca de 25 gramas de carboidratos por litro, são os vinhos doces, esses tipos de vinho não devem ser consumidos em uma dieta Cetogênica nem Low Carb

 

ESPUMANTES

Os espumantes são da mesma família dos vinhos, por serem derivados da uva, mas devem ser consumidos com moderação.

Os espumantes são classificados em: Nature (3g/L); Extra Brut (3 a 8g/L); Brut (8 a 15g/L); Seco (15 a 20g/L); Meio Seco (20 a 60g/L) e Doces (acima de 60G/L).

Observando a quantidade de gramas de carboidratos por litro, os mais indicados para dieta Cetogênica são os espumantes dos tipos Nature e Extra Brut, os demais devem ser evitados.

 

DESTILADOS

Os destilados também entram numa dieta Cetogênica.

Isso porque eles são feitos basicamente de água e álcool.

Porém, não é por isso que o seu consumo deve ser desenfreado, as bebidas destiladas possuem um teor de álcool muito alto.

Como já dissemos nesse artigo, o álcool tem muitas calorias e num processo de emagrecimento seja de qual dieta for, as calorias importam sim.

Logo, se os destilados são altamente alcoólicos eles também são altamente calóricos e devem ser consumidos com moderação.

Alguns destilados permitidos são: Cachaça, Vodka, Gim, Rum, Tequila, Conhaque, Whisky, Bourbon, Martini e outros.

Muito cuidado na adição de sabores e açucares a esses destilados.

 

BEBIDAS ALCOÓLICAS PROIBIDAS NA DIETA CETOGÊNICA.

Depois de passar pelas bebidas permitidas vamos para as bebidas proibidas numa dieta Cetogênica.

Logicamente, todas as bebidas ricas em carboidratos devem ser evitadas.

Em suma as principais bebidas proibidas são a tão popular cerveja e os licores.

 

 

 

 

CERVEJAS

Cerveja não pode!

A bebida alcoólica mais popular de todas é considera o “pão líquido” devido à alta quantidade de carboidratos.

E se tem muito carboidrato, logo, não entra num cardápio cetogênico.

As cervejas mais concentradas são as que mais tem carboidratos.

Para termos uma noção, uma cerveja tradicional brasileira tem entre 5 e 7 gramas de carboidrato a cada 100ml, uma latinha de cerveja padrão tem 350ml, logo, uma latinha padrão terá de 15 a 21 gramas de carboidratos, o que é muita coisa para um dieta Cetogênica, onde são permitidos apenas 20 gramas de carboidratos por dia.

Então, definitivamente, a cerveja vai te retirar da cetose e deve ser evitada.

 

CONCLUSÃO

A dieta Cetogênica é a que mais favorece a vida social.

Vida social na maioria das vezes está ligado ao consumo de bebidas alcoólicas.

A dieta Cetogênica tolera a ingestão de algumas bebidas alcoólicas com baixo teor de carbodirtaos.

O álcool tem muitas calorias e o controle dessas calorias é fundamental para o emagrecimento mesmo em uma dieta Cetogênica.

O consumo moderado de álcool não vai te tirar do estado de cetose.

Contudo, durante o consumo de álcool o corpo para de utilizar a gordura como principal fonte de energia e passa a metabolizar o álcool.

Enquanto o álcool não for erradicado do seu corpo, o seu corpo não irá queimar gordura.

Isso irá retardar o emagrecimento.

Os principais motivos que o álcool deve ser evitado na dieta Cetogênica são: tolerância ao álcool diminuída, piores ressacas, redução do autocontrole, aumento da fome, retardo do emagrecimento, auto teor de calorias, transferência de vícios e cetoacidose alcoólica.

Antes de consumir álcool na dieta Cetogênica é importante está ciente das desvantagens acima.

Na dieta Cetogênica é liberado o consumo com moderação das seguintes bebidas alcoólicas: vinhos, de preferência os secos, destilados e espumantes.

Com na dieta Cetogênica o foco é na restrição de carboidratos, estão proibidas as bebidas com carboidratos elevados como cervejas e licores.

Estar em dieta Cetogênica não significa dizer que você nunca mais poderá consumir cerveja ou outra bebida rica em carboidratos.

Prefira fazer uma dieta Cetogênica cíclica e se permita consumir a sua bebida preferida no dia ou na refeição agendada para quebra da sua cetose, opte por  fazer o consumo do álcool no dia ou refeição pré determinados que você irá sair da dieta, assim você evita sair fora da programação e pode seguir o seu plano alimentar e alcançar os resultados traçados.

 

Se tratando de consumo de álcool vale finalizar com: álcool só para maiores de 18 anos, beba com moderação e se beber não dirija.

 

 

COMPARTILHAR O ARTIGO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nutricionista e trabalha com a área de emagrecimento. se dedica em tempo integral ao seu trabalho e procura se inovar sempre no segmento nutricional.

CONTATO

© Bernardo Maia . Feito com ♥ por Agência Primage